ILHA SOLTEIRA - SP, É QUASE UM PARAISO!!

ILHA  SOLTEIRA - SP,  É QUASE UM PARAISO!!
OS MEUS JARDINS E QUINTAIS EM MINHA INFÂNCIA E ADOLESCÊNCIA !! A Minha Amada, deitada eternamente em berço esplêndido; ao som do Rio Paraná e à luz deste céu profundo!! (Crédito da Foto: http://www.skyscrapercity.com/showthread.php?t=210844 )

Cidade Gaúcha - Noroeste do Estado do Paraná

Cidade Gaúcha - Noroeste do Estado do Paraná
Meu Lar Cidade!! Aqui sou abençoado em 21 anos de lutas em prol das garantias essenciais de vida ao Povo! (Imagem Google Earth)

OUÇA A RÁDIO DO VAL!! (Se preferir não ouvir clic em Stop)

A LognPlay mantém contratos com o ECAD (Órgão para o repasse dos direitos autorais) e com a ABLF - Associação Brasileira de Licenciamento Fonográfico.

CORAÇÃO CIVIL

PARA ASSISTIR AOS VÍDEOS CLIC EM II (Pause) NO RÁDIO ACIMA.

__________________________________________

domingo, 21 de março de 2010

COMBATE A DENGUE

NÃO PODEMOS DEIXAR O MOSQUITO DA DENGUE GANHAR ESSA GUERRA !!

OS GUERREIROS E GUERREIRAS NO COMBATE A DENGUE EM CIDADE GAÚCHA - PR


A EQUIPE DO PROGRAMA DE COMBATE A DENGUE EM CIDADE GAÚCHA.
Da direita para a esquerda: Volmi Mattos - Coordenador; Maria Lucia - Agente da FUNASA; e demais Agentes: Sanae; Silvano, Valdinéia. Rosilda, e Luzia. - EQUIPE NOTA 10 !!



VIDEO DE MOBILIZAÇÃO

O QUE É DENGUE ?
Dengue é uma doença infecciosa aguda e possui 4 sorotipos (DENV-1, DENV-2, DENV-3 e DENV-4). É transmitido pela picada do mosquito Aedes aegypti . Ocorre principalmente em áreas tropicais e subtropicais do mundo, inclusive no Brasil. As epidemias geralmente ocorrem no verão, durante ou imediatamente após períodos chuvosos.

É uma doença de notificação compulsória e sua forma grave é de notificação IMEDIATA.

A forma clínica clássica é conhecida como dengue clássica ou febre da dengue e a forma grave, febre hemorrágica da dengue.

PERÍODO DO CICLO E OS SINTOMAS DA DENGUE:

O tempo médio do ciclo é de 5 a 6 dias, e o intervalo entre a picada e a manifestação da doença chama-se período de incubação. É só depois desse período que os sintomas aparecem. Geralmente os sintomas se manifestam a partir do 3° dia depois da picada dos mosquitos.

DENGUE CLÁSSICA:

O dengue clássico se inicia de maneira súbita e pode ocorrer febre alta, dor de cabeça, dor atrás dos olhos, dores nas costas. Às vezes aparecem manchas vermelhas no corpo. A febre dura cerca de cinco dias com melhora progressiva dos sintomas em 10 dias. Em alguns poucos pacientes podem ocorrer hemorragias discretas na boca, na urina ou no nariz. Raramente há complicações.

O quadro clínico é amplo, apresentando desde uma síndrome febril inespecífica até quadros graves como hemorragia, choque e às vezes óbito.

Dengue Clássica - SINTOMAS:

- Febre alta com início súbito // - Forte dor de cabeça // - Dor atrás dos olhos, que piora como movimento dos mesmos // - Perda do paladar e apetite // - Manchas e erupções na pele semelhantes ao sarampo, principalmente no tórax e membros superiores // - Náuseas // - Tonturas // - Extremo cansaço // - Moleza e dor no corpo // - Muitas dores nos ossos e articulações.
Se você estiver sentindo estes sintomas vá à Unidade de Saúde. Você pode estar com dengue.
Se você já está com suspeita de dengue e começou apresentar:

- Dores abdominais
- Vômitos
- Qualquer tipo de sangramento.

Retorne imediatamente à Unidade de Saúde. Você pode estar evoluindo para forma grave da dengue.
DENGUE HEMORRÁGICA:

Os sintomas da dengue hemorrágica são os mesmos da dengue comum. A diferença ocorre quando acaba a febre e começam a surgir os sinais de alerta:

- Dores abdominais fortes e contínuas.
- Vômitos persistentes.
- Pele pálida, fria e úmida.
- Sangramento pelo nariz, boca e gengivas.
- Manchas vermelhas na pele.
- Sonolência, agitação e confusão mental.
- Sede excessiva e boca seca.
- Pulso rápido e fraco.
- Dificuldade respiratória.
- Perda de consciência.

Na dengue hemorrágica, o quadro clínico se agrava rapidamente, apresentando sinais de insuficiência circulatória e choque, podendo levar a pessoa à morte em até 24 horas.

O doente pode apresentar sintomas como febre, dor de cabeça, dores pelo corpo, náuseas ou até mesmo não apresentar qualquer sintoma. O aparecimento de manchas vermelhas na pele, sangramentos (nariz, gengivas), dor abdominal intensa e contínua e vômitos persistentes podem indicar a evolução para dengue hemorrágica. Esse é um quadro grave que necessita de imediata atenção médica, pois pode ser fatal.

TRATAMENTOS:

Ao ser observado o primeiro sintoma da dengue, deve-se buscar orientação médica no serviço de saúde mais próximo. Só depois de consultar um médico, alguns cuidados devem ser tomados, como:

- Manter-se em repouso.
- Beber muito líquido (inclusive soro caseiro).
- E só usar medicamentos prescritos pelo médico para aliviar as dores e a febre.

Reidratação oral é uma medida importante e deve ser realizada durante todo o período de duração da doença e, principalmente, da febre. O tratamento da dengue é de suporte, ou seja, alívio dos sintomas, reposição de líquidos perdidos e manutenção da atividade sanguínea.

ATENÇÃO:
Em caso de suspeita de dengue, sempre procurar, o mais rápido possível, o serviço de saúde mais próximo. Todo tratamento só deve ser feito sob orientação médica.
MUITO IMPORTANTE:
É importante procurar orientação médica ao surgirem os primeiros sintomas, pois as manifestações iniciais podem ser confundidas com outras doenças.
MANIFESTAÇÕES CUTÂNEAS DE DENGUE HEMORRÁGICA
MANIFESTAÇÕES CUTÂNEAS EM PACIENTE COM DENGUE HEMORRÁGICA
O Mosquito Aedes aegypti
A dengue no Brasil é transmitida por uma espécie de mosquito, o Aedes aegypti, que pica tanto durante o dia como à noite. O vetor se reproduz dentro ou nas proximidades de habitações, em recipientes onde se acumula água limpa (vasos de plantas, pneus velhos, cisternas, etc.).

COMO ELE SE COMPORTA ? COMO ATACA ?

O Aedes aegypti mede menos de um centímetro, tem cor café ou preta e listras brancas no corpo e nas pernas. O mosquito costuma picar nas primeiras horas da manhã e nas últimas da tarde, evitando o sol forte, mas, mesmo nas horas quentes, pode atacar à sombra, dentro ou fora de casa.

O Aedes aegypti se caracteriza por ser um inseto de comportamento estritamente urbano, sendo raro encontrar amostras de seus ovos ou larvas em reservatórios de água nas matas. Em média, o mosquito vive em torno de 30 dias e a fêmea chega a colocar entre 150 e 200 ovos de cada vez. Ela é capaz de realizar inúmeras posturas no decorrer de sua vida, já que copula com o macho uma única vez, armazenando os espermatozóides em suas espermatecas (reservatórios presentes dentro do aparelho reprodutor). Uma vez com o vírus da dengue, a fêmea torna-se vetor permanente da doença e calcula-se que haja uma probabilidade entre 30 e 40% de chances de suas crias já nascerem também infectadas.

Os ovos não são postos na água, e sim milímetros acima de sua superfície, em recipientes tais como latas e garrafas vazias, pneus, calhas, caixas d'água descobertas, pratos de vasos de plantas ou qualquer outro que possa armazenar água de chuva. Quando chove, o nível da água sobe, entra em contato com os ovos que eclodem em pouco mais de 30 minutos. Em um período que varia entre cinco e sete dias, a larva passa por quatro fases até dar origem ao mosquito adulto.

RECIPIENTE COM GRANDE QUANTIDADE DE LARVAS DO MOSQUITO AEDES AEGYPTI

LARVA DO MOSQUITO AEDES AEGYPTI (EM FOTO AMPLIADA).

MODO DE TRANSMISSÃO
A fêmea do mosquito pica a pessoa infectada, mantém o vírus em sua saliva e o retransmite em novas picadas. A transmissão ocorre pelo ciclo homem-Aedes aegypti-homem. Após a ingestão de sangue infectado pelo inseto fêmea, transcorre nesta fêmea um período de incubação. Após esse período, o mosquito torna-se apto a transmitir o vírus e assim permanece durante toda a vida.

QUAL O AMBIENTE IDEAL PARA O MOSQUITO?

As fêmeas e os machos (que geralmente acompanham as fêmeas) ficam dentro das casas. A temperatura mais favorável para o desenvolvimento da larva é entre 25 a 30ºC. Abaixo e acima destas temperaturas o Aedes aegypti diminui sua atividade. Acima de 42ºC e abaixo de 5ºC ele morre.

Muitas cidades brasileiras possuem as condições propícias para o desenvolvimento do Aedes aegypti. Temperatura e umidade relativa são primordiais para o desenvolvimento do mosquito e, principalmente, para manter os ovos viáveis mesmo fora d'água. Além de serem densamente povoadas, as cidades apresentam índices de umidade relativa do ar elevados e temperaturas entre 25 e 30ºC, condições ideais para a multiplicação do vetor. Por isso, é muito importante que todos participem do combate aos focos do vetor.

PNEUS SEM PROTEÇÃO OU MAL PROTEGIDOS
UMA DAS CONDIÇÕES IDEAIS PARA CRIADOUROS E FORMAÇÃO DE FOCOS DE DENGUE.
COMO COMBATER A DENGUE E EVITAR A FORMAÇÃO DE CRIADOUROS E FOCOS DO MOSQUITO ??
As medidas e ações de combate a dengue conforme abaixo mostradas, devem ser realizadas diariamente em residências, nos locais de trabalho. de lazer, etc.

É de extrema importância que as medidas de combate e prevenção sejam realizadas pessoalmente por todos, e que sejam repassadas estas formas de conscientizações aos familiares, amigos, colegas de trabalho e a todas as pessoas.









Como é feito o tratamento da dengue?
Não há tratamento específico para o paciente com dengue. O paciente com dengue clássica, o médico deve tratar os sintomas, como as dores de cabeça e no corpo, com analgésicos e antitérmicos (paracetamol e dipirona). Devem ser evitados os salicilatos, como o AAS e a Aspirina, já que seu uso pode favorecer o aparecimento de manifestações hemorrágicas. É importante também que o paciente fique em repouso e ingira bastante líquido.

Os pacientes com Febre Hemorrágica da Dengue (FHD) devem ser observados cuidadosamente para identificação dos primeiros sinais de choque, como a queda de pressão. O período crítico ocorre durante a transição da fase febril para a sem febre, geralmente após o terceiro dia da doença. A pessoa deixa de ter febre e isso leva a uma falsa sensação de melhora, mas em seguida o quadro clínico do paciente piora.

A Secretaria de Vigilância em Saúde (SVS) alerta que alguns dos sintomas da dengue só podem ser diagnosticados por um médico.

O COMBATE A DENGUE EM CIDADE GAÚCHA – PR.

Em Cidade Gaúcha, as ações de combate a dengue são realizadas de forma constante e estão sendo intensificadas, para evitarmos a ocorrência de casos da doença.
REUNIÃO DE APRESENTAÇÃO DO PLANO MUNICIPAL DE CONTINGÊNCIA PARA COMBATE A DENGUE EM CIDADE GAÚCHA.

ANTONIO CIRÍACO EM EXPLANAÇÕES SOBRE O PLANO DE CONTINGÊNCIA.

No dia 12 de março passado; às 16:00 horas foi realizado no Anfiteatro do Sindicato Rural em Cidade Gaúcha, a reunião de apresentação do Plano Municipal de Contingência para Combate a Dengue – Elaborado pela Secretaria Municipal de Saúde de Cidade Gaúcha - PR.

Com a Coordenação do Secretário Municipal de Saúde – Senhor Antonio Ciríaco – a reunião contou com as presenças e participações do Senhor Otávio Carvalho de Souza Diretor da 13ª Regional de Saúde de Cianorte – PR, e o Senhor Sidnei Amadeu – Coordenador de Combate a Dengue da 13ª Regional de Saúde; e a participação também dos Profissionais de Saúde de seguimentos públicos e privados, do Conselho Municipal de Saúde; Lideres Religiosos, representantes do Poder Executivo através de diversas Secretarias Municipais; de vereadores representantes do Poder Legislativo; além de grande número de representantes de vários segmentos da sociedade civil organizada.

Entre os vários e importantes assuntos em pauta na reunião, o Secretário Antonio Ciríaco apresentou a todos o Plano Municipal a ser desenvolvido em Cidade Gaúcha; cujo Plano anteriormente debatido e aprovado pelo Conselho Municipal de Saúde; terá como integrantes todos os setores e seguimentos existentes em nosso Município, ou seja – os Poderes Públicos, as Empresas e estabelecimentos diversos; as Instituições Públicas e privadas; bem como Instituições Filantrópicas, entre outras representações – todos com as devidas e diversas responsabilidades e atribuições a serem desempenhadas por cada um desses setores incluídos no Plano.

A importante participação do Senhor Otávio Carvalho de Souza -Diretor da 13ª Regional de Saúde - Cianorte, em palestra na Reunião; como sempre demonstra as formas e suportes em todas as questões e programas de saúde em apoio ao nosso município.

FORMAÇÃO DO COMITÊ DE COMBATE A DENGUE.
Ao final da reunião foi também explicado aos presentes sobre a importância e necessidade da formação do Comitê de Combate a Dengue em Cidade Gaúcha, sendo que esta é uma exigência do Governo Estadual, e já há dois anos deveria estar constituído em nosso Município, no qual não existia tal comitê; como já existem em diversos municípios que compõem a 13ª Regional de Saúde de Cianorte. Assim, através dos representantes presentes a reunião, foram apresentados os nomes para a composição do Comitê de Combate a Dengue – o qual deverá ser instituído por iniciativa do Poder Executivo através de Lei de criação e instituição específica ao assunto.

OUTRAS ATIVIDADES DE COMBATE A DENGUE:

PALESTRAS EM CENTROS DE EDUCAÇÃO INFANTIL
PALESTRA SOBRE DENGUE MINISTRADA POR AGENTE DA FUNASA – MARIA LUCIA - EM CRECHES MUNICIPAIS.
PALESTRAS EM ESCOLAS MUNICIPAIS
PALESTRA SOBRE DENGUE MINISTRADA POR AGENTE DA FUNASA – MARIA LUCIA - EM ESCOLAS MUNICIPAIS.
IDENTIFICAÇÕES DE ÁREAS DE RISCOS E REALIZAÇÃO DE ARRASTÕES DE COMBATE A DENGUE
O SECRETÁRIO MUNICIPAL DE SAÚDE – ANTONIO CIRÍACO - SEMPRE NA LINHA DE FRENTE EM PROGRAMAS E AÇÕES DE COMBATE A DENGUE.
AGENTES DE COMBATE A DENGUE, AGENTES COMUNITÁRIAS DE SAÚDE E O SECRETÁRIO MUNICIPAL, REALIZANDO ARRASTÃO CONTRA A DENGUE.

PARTE DA EQUIPE DE AGENTES DE COMBATE A DENGUE REALIZANDO ARRASTÃO CONTRA A DENGUE

O COORDENADOR DO PROGRAMA E DA EQUIPE DE COMBATE A DENGUE - VOLMI ALVES MATTOS - EM ORIENTAÇÕES AS AGENTES E FUNCIONÁRIOS MUNICIPAIS DURANTE ARRASTÃO.

CONHEÇA A BIOLOGIA E O CICLO DE VIDA DO MACRO AO MICRO SOBRE O AEDES AEGYPTI

FAÇA A SUA PARTE PRATIQUE O COMBATE E OS CUIDADOS NECESSÁRIOS CONTRA A DENGUE.

DIVULGUE ESSAS FORMAS DE CONSCIENTIZAÇÕES.
_____________________________________________
CRÉDITO FONTE DAS PESQUISAS:

Nenhum comentário: