ILHA SOLTEIRA - SP, É QUASE UM PARAISO!!

ILHA  SOLTEIRA - SP,  É QUASE UM PARAISO!!
OS MEUS JARDINS E QUINTAIS EM MINHA INFÂNCIA E ADOLESCÊNCIA !! A Minha Amada, deitada eternamente em berço esplêndido; ao som do Rio Paraná e à luz deste céu profundo!! (Crédito da Foto: http://www.skyscrapercity.com/showthread.php?t=210844 )

Cidade Gaúcha - Noroeste do Estado do Paraná

Cidade Gaúcha - Noroeste do Estado do Paraná
Meu Lar Cidade!! Aqui sou abençoado em 21 anos de lutas em prol das garantias essenciais de vida ao Povo! (Imagem Google Earth)

OUÇA A RÁDIO DO VAL!! (Se preferir não ouvir clic em Stop)

A LognPlay mantém contratos com o ECAD (Órgão para o repasse dos direitos autorais) e com a ABLF - Associação Brasileira de Licenciamento Fonográfico.

CORAÇÃO CIVIL

PARA ASSISTIR AOS VÍDEOS CLIC EM II (Pause) NO RÁDIO ACIMA.

__________________________________________

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

37º Festival Nacional de MPB de Ilha Solteira

Ilha Solteira

 (Fonte Foto: http://www.skyscrapercity.com/showthread.php?t=210844 )


O FESTIVAL NACIONAL DE MPB DE ILHA SOLTEIRA
 

Quantas histórias no mundo têm o privilégio de ter a sua própria trilha sonora?

A história do Festival MPB de Ilha Solteira é uma das raras que podem ser contadas única e exclusivamente através da música. Cada uma das notas, melodias e interpretações executadas ao longo dos últimos 36 anos são responsáveis pela ressonância que o Festival tem hoje em todo o território nacional.

São pelo menos 15.000 ângulos diferentes para se cantar uma mesma história, como se cada uma das mais de 15.000 canções inscritas até hoje fossem o testemunho da evolução e da maturidade deste evento. “Da Cor da Bahia” a “Pirataria”, ambas as canções premiadas no Festival, a um tempo de 36 anos, entre rimas, versos, aspirações, lutas e paixões. Mas é para isso que são feitos os espaços. Para serem preenchidos, de preferência com música de primeiríssima qualidade.

Afinado com os grandes festivais de música popular brasileira como os promovidos pela TV Excelsior e Record, o Festival de Ilha Solteira teve seu primeiro eco em 1971 com a construção da Usina Hidrelétrica de Ilha Solteira. A cidade recebia migrantes vindos de todas as partes do país em busca de melhores condições de vida e de trabalho, e a política local era a de avalizar este sonho dourado, criando oportunidades de desenvolvimento para todos na área da educação e cultura.

Passaram pelos palcos do Festival, shows como: Kiko Zambianchi, Premeditando o Breque, Arrigo Barnabé, Almir Sater, Jane Duboc, Toquinho, Belchior, Zé Geraldo, Sá e Guarabira, Boca Livre, MPB-4, Renato Teixeira, Zeca Baleiro, Guilherme Arantes, Oswaldo Montenegro, Jorge Vercilo, Chico César, Geraldo Azevedo, Elba Ramalho, entre dezenas de cantores e compositores brasileiros, cuja verve artística e politizada se identifica com o verdadeiro propósito de um festival: dar voz ao Brasil de cada Brasil, nas suas múltiplas manifestações, acordes e ritmos.

São 30 canções classificadas pela triagem que são apresentadas nos três primeiros dias (19/10- Noite Ilhense, 20 e 21/10- Eliminatórias da Fase Nacional). Destas, apenas 14 participam da grande final no quarto dia - 22/10.

A premiação será de:

·         1º lugar - R$ 8 mil + troféu
·         2º lugar- R$ 6 mil + troféu
·         3º lugar- R$ 4 mil + troféu
·         4º lugar- R$ 2 mil + troféu
·         5º lugar R$ 1.500 mil + troféu
·         Do 6º ao 14º lugares R$ 200,00
·         Melhor letra – R$ 1.000 mil + troféu
·         Melhor intérprete - R$ 1.000 mil + troféu
·         Prêmio “Raquel Dossi” - R$ 1.000 mil + troféu
·         Prêmio “Alcides Garcia” R$ 1.000 mil + troféu
·         “Aclamação popular”- R$ 1.000 mil + troféu

Tradicionalmente o Festival apresenta ao término de cada uma das eliminatórias e da grande final, atrações musicais com artistas locais, regionais e de reconhecimento nacional, alem de oferecer durante o evento oficinas musicais, com o intuito de fomentar e aprimorar a produção cultural.

Mas... e o que fica dessa história toda? O que fica é o ímpeto de realizar a cada ano um festival à altura da nossa música popular brasileira. Fica o desejo de fazer com que a nossa MPB assuma as suas mais variadas vozes, independente do tom, da cor, do sexo, do arranjo.

Programação

 

Noite Ilhense - II Eliminatória

 

19/10/2011 – Quarta-feira

21h00 – Apresentação de 10 músicas de Ilha Solteira

22h30 - Show O Mundo de Raimundo - Tavinho Limma


PRIMEIRA ELIMINATÓRIA NACIONAL

20/10/2011 – Quinta-feira

22h30 - Show Anelis Assumpção
 

SEGUNDA ELIMINATÓRIA NACIONAL

21/10/2011 – Sexta-feira

Show "Pitanga em Pé de Amora"
Foto Divulgação: www.ilhasolteirampb.com.br

FASE FINAL

22/10/2011 - Sábado

Apresentação das 14 músicas classificadas

Show com "Renato Teixeira"


ACESSE O SITE DO FESTIVAL E OBTENHA TODAS AS INFORMAÇÕES

 

Nenhum comentário: