ILHA SOLTEIRA - SP, É QUASE UM PARAISO!!

ILHA  SOLTEIRA - SP,  É QUASE UM PARAISO!!
OS MEUS JARDINS E QUINTAIS EM MINHA INFÂNCIA E ADOLESCÊNCIA !! A Minha Amada, deitada eternamente em berço esplêndido; ao som do Rio Paraná e à luz deste céu profundo!! (Crédito da Foto: http://www.skyscrapercity.com/showthread.php?t=210844 )

Cidade Gaúcha - Noroeste do Estado do Paraná

Cidade Gaúcha - Noroeste do Estado do Paraná
Meu Lar Cidade!! Aqui sou abençoado em 21 anos de lutas em prol das garantias essenciais de vida ao Povo! (Imagem Google Earth)

OUÇA A RÁDIO DO VAL!! (Se preferir não ouvir clic em Stop)

A LognPlay mantém contratos com o ECAD (Órgão para o repasse dos direitos autorais) e com a ABLF - Associação Brasileira de Licenciamento Fonográfico.

CORAÇÃO CIVIL

PARA ASSISTIR AOS VÍDEOS CLIC EM II (Pause) NO RÁDIO ACIMA.

__________________________________________

terça-feira, 8 de dezembro de 2009

08 DE DEZEMBRO - DIA DA FAMÍLIA.

A SAGRADA FAMÍLIA

CRÉDITO FONTE: http://www.fatima.com.br/img/devocao/nsa_sagrada_familia.jpg


Esta data foi instituída em 1963. Segundo o texto do Decreto nº 52.748, na família ideal existe amor, confiança, cooperação, respeito, obediência, compreensão e tolerância. A partir dela, adotamos valores e formamos nossa identidade. Existem famílias de vários tamanhos, com diversos costumes e até aquelas que incluem pessoas que nem são parentes. Mas, de qualquer maneira, a família é a forma mais básica de organização da sociedade.
Na Idade Média, as crianças não costumavam receber atenção e carinho. O pai era considerado superior aos outros membros da família e os casamentos eram arranjados de acordo com interesses financeiros. Mas o romantismo europeu do século XVIII modificou este modelo. A privacidade passou a ser mais valorizada, assim como a formação pessoal, moral e espiritual das crianças. A afetividade tornou-se o principal laço entre cônjuges, pais e filhos.
A emancipação das mulheres, no século XX, acarretou novas transformações. Hoje, muitas famílias são sustentadas e chefiadas por elas. Há também diversas famílias monoparentais, em que os filhos são criados só pelo pai ou só pela mãe. Além disso, com o aumento dos divórcios, é comum a convivência na mesma casa entre os filhos dos primeiros casamentos e o novo marido da mãe ou a nova mulher do pai. No Brasil, a taxa de fecundidade tem diminuído e as famílias estão cada vez menores. Outra novidade é que, diante do aumento do número de idosos, muitas crianças são cuidadas e sustentadas pela avó ou pelo avô.


A família é o primeiro grupo a que pertencemos, é a primeira sociedade em que somos incluídos. É a partir dela que adotamos nossos padrões e que formamos nossa identidade. Apesar disso, os modelos de família mudaram bastante ao longo do tempo. Na Idade Média, as famílias eram extensas e as crianças de sete anos já eram tratadas como adultos: as meninas aprendiam os afazeres domésticos e os meninos, algum ofício profissional. A função da família era assegurar a transmissão da vida, dos bens e dos nomes, o que não implicava naturalmente em educação e envolvimento afetivo.
No Brasil, na época da colonização também não era diferente. A família era extensa e os casamentos eram arranjados conforme interesses. O papel de cada membro da família era diferente do que é hoje. O pai, antigamente, tinha três funções: cuidar de sua mulher, governar os criados e cuidar para que os filhos multipliquem os bens conseguidos.
Acredita-se que o cerne da família como conhecemos hoje, tenha nascido a partir do amor romântico cultivado na Europa no século XVIII. Com o fortalecimento da burguesia, a família foi distanciada da sociedade e os padrões de intimidade foram estabelecidos. Aos criados foram reservados cômodos separados e iniciou-se uma maior preocupação com a formação pessoal, moral e espiritual da criança. Uma nova afetividade passou a caracterizar a família moderna. Surge então a família nuclear burguesa.
Apesar de esse ainda ser o padrão atual, podemos perceber algumas mudanças. Nem sempre os homens sustentam a casa, a mulher não se restringe mais às tarefas domésticas, que agora são partilhadas por muitos homens. Também é comum vermos crianças apenas com o pai ou com a mãe e isso deixou de ser um grande problema, como era visto no começo do século. Uma das mais recentes tendências da família talvez seja a formação de casais homossexuais, que lutam pelo reconhecimento da união civil e pela adoção de crianças.

PARA SABER MAIS SOBRE FAMÍLIA ACESSE A ENCICLOPÉDIA LIVRE WIKIPÉDIA CLICLE NO LINK ABAIXO:


A FAMÍLIA OBAMA
Michelle Obama, Barack Obama, a Filha Malia Obama em pé, e Sasha Obama ao colo do pai.

CRÉDITO FONTE DA FOTO:

Nenhum comentário: